Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

Em Lucas

Mulheres vítimas de violência terão apoio da Patrulha Maria da Penha

A iniciativa deve ser concretizada até março, quando será lançada dentro da programação do Dia Internacional da Mulher.

Postado em 16/01/2020 às 16:28 |

As vítimas vão receber assistência imediatamente após o registro de qualquer tipo de agressão. (Foto: Reprodução: df.gov.br)

Para garantir direitos e a integridade física e psicológica das mulheres luverdenses vítimas de agressões ou de graves ameaças, se reuniram nesta quinta-feira (16) representantes da rede de proteção, do Executivo, do Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública, das forças de segurança pública e de outros organismos que compõem a rede de assistência e proteção às vítimas de violência de gênero.

No encontro foi discutido a criação da Patrulha Maria da Penha, uma iniciativa que deverá ser concretizada até março, quando será lançada dentro da programação do Dia Internacional da Mulher. De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Lucileide Gurka, “a equipe da Patrulha Maria da Penha vai entrar em ação logo depois do registro do boletim de ocorrência na delegacia policial e da definição das medidas protetivas que caberão para o caso”, explica.

A Patrulha Maria da Penha deverá ser formada por integrantes da Polícia Militar e da Guarda Municipal devidamente treinados para atender as denúncias de violência de gênero. Além disso, uma das providências já em andamento será a destinação de uma sala reservada na Delegacia de Polícia Judiciária Civil para que as vítimas possam ser atendidas sem constrangimento. 

Devido à falta de mulheres entre os membros da Polícia Militar local, outra medida será a inserção de mulheres da Guarda Municipal na composição do grupo patrulheiro. Segundo o secretário municipal de Segurança e Trânsito, coronel Edgar Rojas, atualmente o efetivo de guardas municipais conta com duas mulheres e outras três recentemente contratadas estão em fase de conclusão do curso preparatório.



Fonte:

Deixe seu comentário