Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

TRADIÇÃO

Semana Farroupilha de Lucas do Rio Verde vem cheia de atrações

As comemorações começam no próximo dia 15 (domingo), com uma mateada da Praça do Bairro Bandeirantes.

Postado em 10/09/2019 às 10:56 |

Comemorações da Semana Farroupilha em Lucas do Rio Verde começam no domingo (15) com uma mateada na Praça do Bairro Bandeirantes (Foto: Movimento Tradicionalista Gaúcho/Reprodução)

O CTG – Centro de Tradições Gaúchas – Sentinela da Tradição, de Lucas do Rio Verde, divulgou a agenda de eventos programados para as comemorações da Semana Farroupilha deste ano. As comemorações começam no próximo dia 15 (domingo), com uma mateada da Praça do Bairro Bandeirantes, a partir das 16h30min e termina no sábado (21), com um grande baile de encerramento.

Em entrevista ao Portal da Cidade, o patrão do CTG, Rodrigo Moraes, explica que o cultivo das tradições dizem respeito “ao respeito àquilo que foi recebido como valores dentro de casa. Valorizamos muito, dentro do tradicionalismo gaúcho, o amor à família e sua ética. Além disso temos os nossos símbolos, que nos ligam à cultura e à nossa história, formando uma estrutura que serve como ponte entre o nosso passado e os dias de hoje [...] isso fortalece e estreita os nossos laços sociais, diante de um mundo cada vez mais em desagregação e individualizado”.

História
Os primeiros traços do tradicionalismo gaúcho surgiram no final do século XIX, com João Cezimbra Jaques, mas somente em 1947, com Paixão Côrtes e outros estudantes do Colégio Júlio de Castilhos, é que as expressões culturais gaúchas passam a ganhar notoriedade e se aprofundar na sociedade, como uma espécie de resposta ao movimento de introdução de culturas ocidentais no sul do Brasil.

A Semana Farroupilha marca o aniversário da revolução, liderada por Bento Gonçalves, que se rebelou contra a Regência Provisória, após o aumento da carga tributária sobre o couro e derivados da carne produzidos no Brasil. Com a medida, o Rio Grande do Sul viu sua economia definhar em pouco tempo e os principais líderes econômicos e políticos da Província declararam a independência do Rio Grande do Sul ao Rio de Janeiro, capital do Império.


Fonte:

Deixe seu comentário