Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

ONLINE E OFFLINE

Baixa adesão a aulas online e por apostila preocupa gestão da escola Dom Bosco

Diretoria não descarta adotar medidas para assegurar direito de alunos participarem das atividades

Postado em 05/09/2020 às 08:31

Baixa adesão às atividades escolares em meio a pandemia tem preocupado a direção da Dom Bosco (Foto: Richard Montecinos/Portal da Cidade)

Menos de 50% do número de alunos atendidos pela Escola Estadual Dom Bosco, de Lucas do Rio Verde, aderiram às aulas online ou atividades por meio de apostilas adotadas pela Secretaria Estadual de Educação em razão da pandemia do novo coronavírus. A gestão escolar pode adotar medidas para assegurar que os alunos tenham acesso à educação. 

Os motivos para a baixa adesão ainda estão sendo analisados, já que a escola oferta, além da participação online das atividades, conteúdo trabalhado em sala de aula em apostilas que podem ser retiradas de segunda a sexta-feira no período de atividades, ou seja, nos três turnos, inclusive sem fechar no período de almoço, possibilitando que alunos, pais ou responsáveis possam fazer a retirada sem custo algum.

O gestor da escola, Rodrigo Antonio Szablewski, explica que tem sido difícil contatar, por telefone, os pais ou responsáveis pois muitos deles trocam os números de celular com constância e não atualizam as informações cadastrais na Secretaria da Escola. “Por isso a gente não consegue entrar em contato. Uma das alternativas será acionar o Conselho Tutelar e tentar que nos deem suporte para que a gente tenha o retorno desses alunos”, avalia.

Segundo Szablewski, é importante que os alunos acessem o aplicativo disponibilizado pela Seduc-MT ou entreguem as apostilas disponibilizadas preenchidas, caso contrário ficarão sem notas ao final do período e com faltas, podendo perder o ano letivo. “O fato de vir buscar (o material) já garante 25%. Ele devolvendo já garante o restante. Pra quem faz a atividade online, basta responder a atividade, visualizar e assim terá a presença confirmada”, explica.

“É uma situação grave, pois a gente já vem de uma defasagem. Começamos o ano letivo em agosto, se o aluno não fizer a parte dele, complica pra escola e pro próprio aluno, que pode reprovar”, lamenta o gestor.

Rodrigo Szablewski orienta os alunos, pais ou responsáveis a manterem contato com a escola pessoalmente ou mesmo por meio do WhatsApp da escola (3549-1242) para atualizar as informações e buscar ajustar a situação.

Fonte:

Receba as notícias de Lucas do Rio Verde no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário