Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

FICA, DIRETOR!

Lucas do Rio Verde: Protestos no IFMT após remoção de diretor do cargo

Estudantes questionam a medida da reitoria da instituição e assinaram carta exigindo a presença do reitor no Campus para debater o assunto

Postado em 21/02/2020 às 09:12 |

Em sinal de apoio ao diretor exonerado ex oficio, Dr. João Vicente Neto, alunos do IFMT de Lucas do Rio Verde abraçaram o professor e prometeram lutar por sua permanência no cargo (Foto: Richard Montecinos - Portal da Cidade)

Os alunos e servidores do IFMT – Instituto Federal de Mato Grosso – Campus de Lucas do Rio Verde, suspenderam as aulas na manhã desta sexta-feira (21) para fazer um ato de repúdio à medida da reitoria da instituição que, de maneira unilateral e cartorial, exonerou o diretor pro tempore da unidade de, Dr. João Vicente Neto, de suas funções como diretor. Revoltados, os estudantes realizaram o ato em frente a um dos laboratórios da instituição e exigiram que o reitor viesse ao campus luverdense para prestar explicações e ouvir a opinião dos estudantes da unidade sobre a medida.

Durante os discursos, a contradição entre a atitude da reitoria e o desejo dos estudantes sobre os rumos do IFMT de Lucas do Rio Verde se tornou mais evidente e as palavras de apoio ao diretor exonerado se multiplicavam. A opinião geral dos estudantes, repetida em todas as falas era: “o Professor João Vicente é o nosso diretor e disso não abrimos mão. Quem o quer fora da diretoria que tenha a coragem de vir aqui dialogar conosco, ou deixará claro que a medida é ditatorial e seus responsáveis não se importam com a opinião dos principais envolvidos”.

Para demonstrar o que foi feito na instituição ao longo dos anos em que o diretor exonerado esteve à sua frente, os estudantes leram um documento direcionado à sociedade de Lucas do Rio Verde: “Durante o tempo que esteve à frente do Campus de Lucas do Rio Verde, o Professor João Vicente trabalhou para implantar o curso técnico de Biotecnologia; o primeiro curso superior de Biotecnologia da região Centro-Oeste; 12 laboratórios de ensino completamente equipados; contribuiu para que o IFMT de Lucas do Rio Verde fosse, já em seu primeiro ano de funcionamento, a 4ª escola pública de Mato Grosso e a 1ª de Lucas do Rio Verde no ranking ENEM; consolidou 15 parcerias com instituições privadas na área de biotecnologia, com índice de empregabilidade aos alunos egressos de 89%; criou e incentivou o empreendedorismo dentro do Campus Avançado com apoio a projetos de inovação; aportou recursos públicos e bolsas de pesquisa para estudantes executarem mais de 30 projetos de pesquisa e extensão voltados para a realidade da região; capacitou mais de 200 pessoas em cursos de formação inicial nas áreas de línguas, artes, biotecnologia, alimentos e educação física; criou a Semana Tecnológica, evento de ensino, ciência, tecnologia e artes voltado à atualização nas áreas atendidas pela biotecnologia para estudantes e comunidade local; promoveu a gestão responsável dos recursos públicos dentro da instituição, e; captou mais de R$ 2 milhões para investimentos no Campus por meio de projetos no MEC e emendas parlamentares.

Após o ato, os estudantes abraçaram o Professor João Vicente se reuniram em assembleia fechada para decidirem quais movimentos se seguirão nos próximos dias.


Fonte:

Deixe seu comentário