Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

cuidado

Cardiologista alerta para o risco da hipertensão, a maior causadora de demência

A grande maioria dos casos de Alzheimer e demência, não é devida a predisposição genética, mas sim à exposição crônica a fatores de risco vasculares.

Postado em 18/12/2019 às 14:36 |

A hipertensão é a condição em que a força do sangue contra a parede das artérias é muito grande. Isso implica na alta da pressão arterial que, sistematicamente, fica igual ou maior que 14 por 9.

Muito comum no Brasil, a hipertensão é uma doença silenciosa que pode causar sérios danos à saúde. De acordo com estudos, são cerca de 1 hipertenso para cada 3 pessoas com mais de 18 anos, ou seja, 35% dos brasileiros. Destes, metade ainda não descobriram a doença. Ainda assim, o país registra, por ano, mais de 2 milhões de novos casos.

A pressão alta ataca os vasos sanguíneos, coração, rins e cérebro, aumentando o risco de infarto, insuficiência cardíaca e AVC (Acidente Vascular Cerebral). Além disso, um novo estudo demonstrou que os pacientes com hipertensão arterial apresentam um risco mais elevado de desenvolverem demência. Ou seja, a grande maioria dos casos de Alzheimer e demência associada não é devida a predisposição genética, mas sim à exposição crônica a fatores de risco vasculares.

É por isso que neste Papo de Especialista, o Dr. Fábio Argenta, especialista em Cardiologia, alerta para o risco da hipertensão.

Dr. Fábio Argenta - CRM/MT 4194 RQE 2859
Médico Especialista em Cardiologia 
MediOdonto 
Avenida Paraná, 215-S, Centro, LRV/MT
(65) 3548-4200
Avenida Aclimação, 122, Bosque da Saúde, Cuiabá/MT
(65) 3644-6530
Facebook | Instagram
WhatsApp (agende sua consulta)


Qual sua especialidade? 
Publique seu conteúdo aqui na editoria Papo de Especialista do Portal da Cidade.
Ligue ou fale conosco pelo WhatsApp


Todas as informações e opiniões contidas neste artigo, seja em texto ou em vídeo, são de total responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, as posições do Portal da Cidade. 

Fonte:

Deixe seu comentário