Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

CASO MONA

Acusado de esfaquear colega por causa de apelido continua desaparecido

Medida cautelar servirá para resguardar indícios já levantados durante as investigações. Caso ocorreu em outubro passado e acusado encontra-se foragido

Postado em 27/11/2018 às 18:37 |

Caso "Mona" ganhou grande repercussão e vítima, por pouco, não morre esfaqueado (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil de Lucas do Rio Verde anunciou que entrará com pedido de medida cautelar contra o acusado de desferiu golpes de faca contra seu colega de trabalho  no final do mês passado por causa de um apelido.

As autoridades responsáveis pela investigação informam que a medida tem como finalidade resguardar testemunhas e provas colhidas ao longo do inquérito policial para que não haja nenhum tipo de tentativa de fraude contra os indícios que já foram apurados até o momento.

O caso aconteceu, segundo relatos levantados pelo Portal da Cidade, porque dois rapazes que trabalhavam juntos, em um frigorífico da cidade, se desentenderam por causa de um apelido dado ao acusado.

Soube-se posteriormente que o motivo do desentendimento foi um apelido de “Mona” dado pela vítima, D. F. R. (23 anos), ao acusado, a ponto de ser esfaqueado por ele dentro de um ônibus coletivo. A tentativa de homicídio foi reportada pelo Portal da Cidade (leia aqui).

Após o ataque, o acusado fugiu da cidade sem dar qualquer notícia de seu paradeiro, deixando para trás pertences e sem sequer passar no setor de Recursos Humanos do local onde trabalhava para receber seu último salário.


Fonte:

Deixe seu comentário