Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde

Prefeitura de Lucas do Rio Verde acompanha investigação do furto de vacinas

Polícia Civil aguarda laudo pericial para apresentar o resultado do inquérito

Postado em 10/09/2021 às 09:29

(Foto: Ascom Prefeitura)

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio da Procuradoria Municipal e da Secretaria Municipal de Saúde, tem auxiliado a Polícia Judiciária Civil (PJC) no inquérito que apura o furto de vacinas contra a Covid-19, ocorrido no dia 22 de junho, no PSF do bairro Rio Verde.

Segundo o delegado da PJC a frente do caso, Eugênio Rudy, atualmente a investigação aguarda o laudo pericial que deve ser emitido, ainda sem data, pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

A partir da emissão do laudo, a Polícia Civil espera conseguir novas informações que auxiliem no inquérito policial, como a digital dos envolvidos no furto.

Até o momento, já foram ouvidas todas as pessoas que estiveram no PSF no dia do fato e na data seguinte, especialmente no local onde ocorria a aplicação das vacinas, entre elas, aplicadores, pessoas que receberam algum imunizante, além de profissionais que tinham acesso ao ambiente.

“Estamos em contato constantemente com a Politec e vamos continuar as investigações. No momento oportuno, a polícia vai trazer a público o resultado do inquérito e, com certeza, apontaremos quem é o autor ou os autores do furto das vacinas”, destacou o delegado.

Em todas as fases da investigação, a Prefeitura esteve e continua à disposição da polícia para esclarecer os fatos, mostrando compromisso e respeito perante a sociedade.

“Eu tenho que elogiar a conduta da Prefeitura, da Secretaria de Saúde, da Procuradoria Municipal que têm nos ajudado sempre, em tudo que nós pedimos de informações. Esse é o papel que se espera do órgão público, que seja parceiro, para que juntos consigamos chegar ao resultado do inquérito”, destacou o Eugênio.

A Prefeitura iniciou, ainda no mês de junho, uma Sindicância para apurar todos os fatos. O processo foi suspenso até que a PJC avance na investigação. A partir do resultado do inquérito, o Município retoma o procedimento interno, com a abertura de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD).

A Procuradora-Geral do Município, Derlise Marchiori, destaca o compromisso da gestão com a solução para o caso. “É importante destacar que a Prefeitura atua com muita responsabilidade porque o assunto é sério e, comprovado o envolvimento dos servidores, serão punidos, de acordo com o art 123 do Estatuto do Servidor (Lei 42/2006)”.

Fonte:

Receba as notícias de Lucas do Rio Verde no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias