Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

Investigação

Suspeitos confessam ter matado e incendiado corpo de andarilho

O crime ocorreu na noite deste último domingo(04). A Polícia Civil conduziu cinco suspeitos à delegacia onde foram interrogados.

Postado em 08/08/2019 às 11:50 |

Na imagem um dos suspeitos de ter assassinado o andarilho, sendo conduzido à delegacia de Lucas do Rio Verde-MT (Foto: Reprodução: Portal da Cidade)

Após investigações, a Policia Civil de Lucas do Rio Verde com o apoio do Grupo de Inteligência da Polícia Militar, localizou e identificou os cinco suspeitos envolvidos com o assassinato de um andarilho ocorrido no último domingo(04). Conforme o Portal da Cidade já noticiou, o corpo foi encotrado carbonizado próximo a BR-163. De acordo com o investigador policial Wladimir Mesquita, os suspeitos contaram detalhes do homicídio, onde a vítima foi brutalmente assassinada.

‘’Durante as diligências recebemos a informação de que cinco pessoas estavam envolvidas no crime. Com as investigações conseguimos localizar os suspeitos que foram ouvidos . Nos depoimentos, alguns confessaram o crime e contam detalhes do homicídio, como por exemplo o local onde a vítima foi espancada, e o motivo do assassinato’’. disse o investigador.

Os suspeitos disseram à policia que teriam matado o andarilho porque o mesmo teria furtado dinheiro do grupo.

‘’A motivação do crime seria uma desavença com a vítima, após ele ter furtado dinheiro do grupo, isso teria motivado alguns a tomar esta decisão em agredir o andarilho. Quando eles perceberam que a vítima estava desacordada eles então levaram o corpo para o local, onde dois dos investigados , teriam ateado fogo. Ainda no interrogatório, os suspeitos disseram que a vítima estava bastante machucada, e que uma de suas mãos teria sido cortada no momento de fúria do grupo’’. concluiu o investigador.

A polícia não confirmou se a vítima estava em vida quando foi queimado. Mas concluiu que o motivo de queima-lo seria na tentativa por parte dos envolvidos, não deixar vestígios do crime.

A vítima ainda não foi identificada, mas era conhecido como ‘’Clebinho’’.

Os suspeitos foram ouvidos, e devem responder em liberdade, porque não houve flagrante. Todos são andarilhos.


Fonte:

Deixe seu comentário