Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

SAÚDE

HR de Sinop e HR de Sorriso poderão ser administrados por Consórcio Teles Pires

Estudos têm sido feitos para avaliar a possibilidade de transferência. Primeira unidade transferida seria o Hospital Regional de Sinop

Postado em 23/02/2019 às 14:27 |

Hospital Regional de Sinop pode ser primeira unidade de saúde repassada pelo estado à administração do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Teles Pires (Foto: Reprodução - Prefeitura Municipal de Sinop)

Em sua última entrevista coletiva, concedida esta semana na sala de reuniões do Paço Municipal, o prefeito de Lucas do Rio Verde, Luiz Binotti (PSD), declarou que, durante a última reunião com o governador Mauro Mendes, os prefeitos da região levantaram a hipótese de se transferir a gestão dos Hospitais Regionais de Sinop e Sorriso para o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Teles Pires.

Segundo Binotti, houve uma primeira conversa com o secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo sobre a situação na qual se encontram as finanças da pasta. “Conversamos com o secretário sobre o estado de calamidade financeira do estado, sabemos das deficiências financeiras do setor de saúde, e há uma tendência de que os Hospitais Regionais sejam entregues à administração do Consórcio Teles Pires. O Consórcio já está consolidado, com condições de assumir este compromisso e provavelmente estes dois Hospitais Regionais sejam transferidos para a administração do Consórcio regional”.

Nossa reportagem entrou em contato com o prefeito de Itanhangá e presidente do colegiado de prefeitos dos municípios que integram o Consórcio Teles Pires, Edu Paskoski, na manhã de hoje (sábado, 23) e ele comentou com nossa reportagem que há uma linha de diálogo com o estado sobre a possibilidade do Consórcio Vale do Teles Pires assumir, em um primeiro momento, o Hospital Regional de Sinop.

No entanto, Paskoski ressalta, “antes de concretizarmos esta proposta, estamos avaliando  todas as possibilidades, sob condições favoráveis tanto para nossos municípios quanto para o Governo de Mato Grosso. As tratativas e análise técnica estão sob avaliação e, nos próximos dias, deveremos ter um estudo completo em mãos para apresentarmos ao colegiado de prefeitos para decidirmos quais rumos tomar”.

Fonte:

Deixe seu comentário