Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

Cuidado

Produto de higiene e limpeza, devem ser mantidos fora do alcance das crianças

Em contato com a pele frágil da criança, pode resultar em uma alergia, ou até mesmo em algo mais grave: a intoxicação por ingerir produtos químicos.

Postado em 08/11/2019 às 16:08 |

Produtos utilizados no uso diário pode ser um risco para crianças menores de dois anos de idade (Foto: Reprodução/aca.org.br)

Eles ficam de fácil acesso e disponível para todos os moradores da casa, em algumas residências, é possível observar muito mais cosmético do que remédios, e isso é um alerta.  Para as crianças, eles são cheirosos, coloridos, tem a embalagem bonita, e com isso desperta o interesse de crianças em pegar nas mãos.

O problema é que em muitos casos, esses produtos em contato com a pele frágil da criança pode resultar em uma alergia, ou até mesmo em algo mais grave: a intoxicação por ingerir produtos químicos. Para falar mais sobre o assunto, o Portal da Cidade entrevistou a Esteticista e Cosmetóloga, Rafaela Fonseca, de Lucas do Rio Verde, que explicou o alto risco que esses produtos podem lesionar quando se trata de crianças.

"Quando se trata de forma acidental, orientamos a não oferecer nenhum tipo de líquido para a criança que ingeriu algum produto tóxico, muito menos forçar o vômito. A criança juntamente com a embalagem do produto deve ser avaliada por um médico imediatamente, não importa a quantidade que foi ingerida", orienta.

Ainda de acordo com a profissional, cremes, pomadas, desodorantes, entre outros produtos devem ser mantidos fora do alcance das crianças.

"Por ainda estar em desenvolvimento, a pele de um bebê não é tão estruturada quanto a pele de um adulto. Por isso existe no mercado produtos específicos para o cuidado com a pele dos pequenos. Percebemos que quando a criança possui dois anos de idade, ela já inicia o banho no chuveiro, e muitas vezes acaba utilizando o sabonete de uso coletivo da família, isso já pode desestruturar a barreira cutânea (que protege a pele), causando irritação e alergia", explicou.

Outro problema muito comum é o contato com os produtos de limpeza, "é importante prestar atenção no local onde os produtos são deixados enquanto estão em uso. De preferência eles devem ser guardados em um lugar alto, não sendo possível ser alcançado por uma criança. Se caso, de forma acidental, acontecer um contato externo na pele com o produto, lave bem com a água corrente. Se for interno, um médico deverá ser procurado imediatamente, a embalagem original do produto também deve ser levada junto para o atendimento médico", concluiu.


Fonte:

Deixe seu comentário