Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

Inédito

Primeiro contraceptivo masculino deve ficar pronto em 12 meses

Anticoncepcional injetável sem hormônios tem eficácia de até dez anos e pode ser revertido a qualquer momento. Teste apontou 97% de eficácia.

Publicado em 22/09/2022 às 12:41

Medicamento injetável foi considerado melhor que a vasectomia, por ser menos dolorosa e reversível. (Foto: Pixabay)

Um contraceptivo masculino inédito em forma de injeção, com eficácia de até dez anos, está na fase final de testes e deve ficar pronto em doze meses. É o que prometem os cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia. O medicamento, de nome Risug (Inibição Reversível do Esperma Sob Controle), foi considerado melhor que a vasectomia, por ser menos dolorosa e reversível.

O produto é um gel que danifica as caudas dos espermatozoides individuais, impedindo que eles fertilizem o óvulo. Um teste feito em 300 voluntários apontou 97% de eficácia. O procedimento pode ser revertido a qualquer momento com uma injeção de água e bicarbonato de sódio.

O Risug completou vários ensaios clínicos em seres humanos na Índia e aguarda aprovação das autoridades médicas do país. Nos Estados Unidos, um contraceptivo masculino chamado Vasalgel, que funciona de forma semelhante, está em desenvolvimento.

A grande vantagem deste tipo de contraceptivo é que, diferentemente da maioria dos anticoncepcionais femininos, ele não é baseado em hormônios. As tentativas de desenvolver uma pílula anticoncepcional masculina baseada em hormônios sexuais fracassaram devido a possíveis efeitos colaterais, como surgimento de acne e alterações. Ambos são efeitos colaterais comuns em pílulas para mulheres.


Fonte:

Receba as notícias de Lucas do Rio Verde no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário