Portal da Cidade Lucas do Rio Verde

MAIS NOMES

Fávaro é mais um nome e engrossa lista de pré-candidatos ao Senado por MT

Ex-vice-governador concorreu no último pleito ao senado, ficando em terceiro lugar

Postado em 26/02/2020 às 12:08 |

Fávaro deixou a chefia do Escritório de Representação de Mato Grosso em Brasília (Ermat) (Foto: Arquivo Pessoal)

O empresário rural de Lucas do Rio Verde e ex-vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro, é mais um nome cotado para concorrer às eleições suplementares do próximo dia 26 de abril para completar o número de senadores por Mato Grosso. A eleição servirá para ocupar a vaga aberta com a cassação da ex-juíza Selma Arruda, ocorrida em dezembro do ano passado por caixa dois e abuso do poder econômico. 

Para representar seu partido, o PSD, na eleição suplementar, Fávaro teve que deixar a chefia do Escritório de Representação de Mato Grosso em Brasília (Ermat). O ex-vice-governador mato-grossense estava na função há 13 meses.

LEIA MAIS:

- PDT define Pivetta como pré-candidato ao Senado de MT

- Mais dois nomes são definidos como pré-candidatos ao Senado em MT

De acordo com Fávaro, o momento agora é de dedicação ao projeto para o Senado. “Vou dedicar-me 100% à eleição suplementar. Vamos conversar com nossa base e aliados. Quero continuar honrando os mais de 430 mil votos que obtivemos em 2018”.

Fávaro, que ficou em terceiro lugar na corrida ao Senado Federal em 2018, contava com a possibilidade de assumir uma cadeira no Senado Federal, pois o Supremo Tribunal Federal deu decisão favorável ao pedido formulado pelo Governo do Estado. Contudo, o Senado não declarou vago o cargo ocupado por Selma.

Com o empresário rural luverdense, são quatro os pré-candidatos que já se manifestaram e aguardam as convenções partidárias que acontecerão na primeira quinzena de março. O ex-prefeito de Lucas do Rio Verde e atual vice-governador, Otaviano Pivetta (PDT), o empresário Júlio Campos (DEM) e o deputado federal, José Medeiros (PODE). Outros nomes devem surgir nos próximos dias.


Fonte:

Deixe seu comentário